All for Joomla All for Webmasters
Ruby On Rails

Ruby on Rails: Por que não usar associações HABTM (Has and Belongs to Many)

Quando você mapeia as associações entre seus models na sua aplicação em Rails, eventualmente você vai cair em um caso de relação NxN, quando dois models tem e pertencem um ao outro. Nesse caso, você precisa escolher entre duas formas de implementar utilizando o Active Record: uma relação has_many through ou has_and_belongs_to_many.

Devivo à maior facilidade aparente, você pode ser induzido a pensar que utilizar uma relação has_and_belongs_to_many é a melhor opção. Se há essa estratégia menos verbosa implementada no Active Record, ela deveria ser a estratégia a ser escolhida, certo? Errado. Quando você cria associações entre seus models, você quase nunca sabe como essa relação vai se expandir à medida que a aplicação cresce. Nesse post vou demonstrar um potencial perigo do uso da relação has_and_belongs_to_many. Com algum trabalho adicional, utilizando a relação has_many through com uma tabela de junção você provê uma flexibilidade muito maior a longo prazo.

Vamos começar explicando a utilização desses métodos similares de associação:

has_and_belongs_to_many

Vamos supor um caso simples de relação NxN: Membro e Equipe. Um membro pode participar de mais de uma equipe, e esta por sua vez pode conter mais de um membro. A simples declaração abaixo é suficiente para configurar essa associação. Mas vou mostrar um pouco mais à frente como isso pode ser problemático.

 

has_many through

Uma associação has_many through é usada para configurar uma relação de muitos-para-muitos usando um outro model em sua aplicação. Essa associação usa uma tabela de junção que conecta os dois models, permitindo que cada um deles tenha e pertença ao outro. Neste caso, com o uso dessa relação de junção, o mesmo esquema anterior ficaria da seguinte forma:

Há alguns passos adicionais nesta configuração, já que você precisa gerar um model adicional e inserir mais algumas linhas de código afim de implementar a utilização da tabela de junção. Mas esses minutos a mais vão te salvar de horas de retrabalho e dores de cabeça se você precisar expandir essa junção no futuro. Veja por quê:

Quando usar has_and_belongs_to_many (spoiler: nunca)

O Guia do Rails propõe que “Você deve usar has_many through se você precisa de validações, callbacks ou atributos extras no model de junção.”. Aí que está a questão: como você pode prever a princípio que você não vai precisar de um desses recursos no futuro? No exemplo em questão, vamos supor que gostaríamos de, além de registrar a relação Membro x Equipe, armazenar também o cargo do membro nessa equipe ou número de horas empregados.

Utilizando o has_many through, nós apenas precisamos adicionar essas informações na tabela de junção, que já está pronta para suportar essas adições. No caso de has_and_belongs_to_many, nós teríamos que dar um passo atrás e ter o retrabalho de fazer o mesmo processo que poderia ter sido implementado de imediato (o que pode ser um problema ainda maior se o seu banco já tiver sido populado).

E você, o que acha? Você vê algum motivo pelo qual utilizar has_and_belongs_to_many poderia ser mais vantajoso? Deixe sua opinião nos comentários!


Referência: blog.flatironschool.com/why-you-dont-need-has-and-belongs-to-many/

Você Também Pode Gostar

1 Comentário

  • Responder
    Sannytet
    12 de dezembro de 2018 at 05:03

    Nice posts! 🙂
    ___
    Sanny

  • Deixe uma Resposta