All for Joomla All for Webmasters
Ruby On Rails

Ruby On Rails: Entenda o uso de Observers

É muito comum na implementação precisarmos realizar ações relacionadas às alterações dos objetos. Em um exemplo de caso a ser demonstrado, vamos supor que queremos enviar uma notificação quando os atributos :data_inicio ou :data_fim do model Projeto forem alterados. A primeira alternativa (trivial) seria utilizar algum callback do ActiveRecord, como o after_update:

O código acima funciona perfeitamente como esperado, mas viola uma boa prática de programação do SOLID: o princípio de responsabilidade única. O model Projeto é responsável por suas relações, validações e métodos relacionados, mas não por notificar. Para tal, nós podemos delegar essa função a uma outra classe utilizando um padrão de projeto chamado Observer:

 

Diagrama UML do design pattern Observer

O ActiveRecord deixou de possuir a classe Observer em seu núcleo por padrão desde a versão 4 do Rails. Então para versões Rails 4.0 ou mais recentes, você precisa incluir a gem no seu Gemfile antes de instalá-la com o bundle:

Para utilizá-la, você pode criar uma pasta de observers em app/observers. No exemplo citado anteriormente, o callback de after_update seria transferido para o arquivo app/observers/projeto_observer.rb:

O nome do método recebe o mesmo nome do callback a que se refere e recebe como parâmetro o objeto que está sendo observado. Além disso, é importante notar o padrão NomeDoModelObserver para nomear a classe, que nesse caso sabe exatamente qual model deve ser observado. Caso não siga o padrão, você deve indicar na sua classe qual model está sendo observado (é possível também utilizar um mesmo observer para assistir mais de um model):

Após a criação da sua classe, é necessário também registrar o observer no application.rb (não se esqueça de reiniciar o servidor):

Pronto. Isso é suficiente para que seu observer opere da forma esperada. É válido ressaltar que os observers não interferem no ciclo de criação/atualização/destruição do objeto. Portanto, se você usa por exemplo um callback before_destroy que cancela a deleção do objeto em determinada condição, isso deve ser feito no model. O observer é utilizado apenas para monitorar as alterações e é empregado principalmente para notificações, envio de emails e atualizações assíncronas de tela. Quaisquer dúvidas ou sugestões, utilize a área de comentários ou entre em contato.

Você Também Pode Gostar

Nenhum Comentário

Deixe uma Resposta